fev 23 2015
Linguagem de Sinais

Boa Tarde!

Tudo bem com vocês?

Esse fim de semana passei com a família e foi muito bom, pra variar o assunto foi maternidade, mas de uma maneira muito gostosa e de aprendizado e em uma dessas conversas com meus primos, que conheci a Linguagem de sinais para bebês, vocês já ouviram falar?

Bom que os bebês tem uma capacidade incrível para aprender as coisas não é de hoje que sabemos disso, o fato é que antes mesmo de falar, eles são capazes de se comunicar com os papais através dos sinais, mas não tão a fundo, aprendendo a gramática e palavras mais complexas, mas sim o básico. Exemplo: quando estão com fome, sono, na hora tomar banho, brincar, para agradecer algo.

Você pode começar a ensinar a linguagem de sinais para seu bebê a partir do 6 mês, e com a repetição dos sinais, juntamente com a fala, logo ela irá aprender e começar a repetir, por isso devemos começar apenas 4 ou 5 palavras, chamando sempre a atenção da criança, ficando na mesma altura que ela, pra ela prestar atenção no sinal e no que você está falando.

E pesquisando mais a fundo, vi que isso não atrasa em nada a fala das crianças, pelo contrário, estimula ainda mais o aprendizado de novas palavras e as vezes elas falam até mais cedo, também reduz a frustração por conseguir as coisas mais cedo e aumenta a auto-confiança por conseguir se expressar, além de estimular a leitura.

E não se preocupe, pois assim que elas aprenderem a falar, elas param de fazer o sinal e o aprendizado segue normalmente.

Encontrei, uma empresa aqui em São Paulo, que da curso de linguagem de sinais a Little Genius achei bem interessante e quero muito fazer!!

Tem alguns livros bem legais também, que dão uma ajuda:

  • Baby Sign Language Basics: Early Communication for Hearing Babies and Toddlers
  • Baby Sign Language: Find Out What’s On Your Baby’s Mind
  • Sinais: A Linguagem do Bebê

Ou seja, mais uma coisa pra minha lista, para aprender e ensinar para os meus filhos. 😉

Amei conhecer e vocês já conheciam?

Um grande beijo da Quase Mamãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *